Bugigangue no Espaço (2017) – [2017/018]

3833d121744a8d1c82d1b92cb349a949.jpg

Título original: Bugigangue no Espaço – Diretor: Ale McHaddo – País: Brasil – Ano: 2017

A primeira vez que ouvi falar da 44 Toons foi quando ela nem tinha esse nome ainda – se chamava 44 Bico Largo – e nem fazia desenhos, mas sim jogos de computador, lá nos anos 90. Foram eles os responsáveis por Osmar, A Última Fatia de Pão um adventure game bem carismático que até hoje lembro com muito carinho. Ao ser apresentado à oportunidade de assistir ao primeiro longa-metragem desse mesmo pessoal, embarquei para ver o que ia sair dali.

O temível vilão intergalático Gana Golber (Guilherme Briggs) aprisionou todos os líderes da Confederação dos Planetas e assumiu o poder, ameaçando a paz na galáxia. Um grupo de pequenos e desajeitados “homenzinhos verdes” da desprezada raça Invas são os únicos que conseguem escapar do cerco de Golber, mas na fuga sua nave é danificada e eles acabam caindo na Terra. Lá eles contam com a ajuda de Gustavinho (Danilo Gentili), Fefa (Maísa Silva), os demais membros do clube Bugigangue e alguns outros agregados para reconstruir sua nave e, por que não, salvar a galáxia.

Como já deve ter ficado claro, Bugigangue no Espaço é um filme infantil. Isso, por si só, não é um problema, mas enquanto outras animações de sucesso buscam tentar agradar tanto os pequenos quanto os adultos, Bugigangue acaba ficando restrito demais ao público mais novo que vai gostar de ver as vozes engraçadas, as cenas de humor físico e as piadas bobinhas. O longa até tenta colocar referências a outros filmes e séries clássicas como Star Wars, O Guia do Mochileiro das Galáxias, Senhor dos Anéis, E.T., Battlestar Galactica, entre outros, mas mesmo elas parecem não ajudar muito para prender quem não faz parte do seu claro público-alvo. Tudo acaba sendo óbvio demais, não há surpresa pra quem está prestando atenção no que está acontecendo. Chegando a níveis de “olha isso aqui, tá vendo, olha bem porque isso vai ser usado daqui a pouco pra resolver um grande problema no filme, tá olhando? Olha de novo aqui…”. Pode funcionar pra molecada, mas pra qualquer outro será mais um fator de desinteresse.

A 44 Toons conseguiu conquistar um considerado sucesso com séries animadas (2D) para a televisão, incluindo uma do próprio Osmar, A Última Fatia de Pão, que já foi até exportada para vários outros países. Assistindo a alguns vídeos delas dá pra ver que essa é uma mídia que a produtora domina bem mais que o cinema. E assistindo ao filme eu fiquei constantemente pensando como isso funcionaria bem melhor justamente como uma série. Talvez parte da culpa disso seja da qualidade bem simples da animação. Destoa demais de outras produções que temos por aí, até mesmo as mais sem graça. Tudo bem que a diferença de orçamento impacta diretamente nisso, mas além do público não estar nem aí pra isso, nada justifica quedas estranhíssimas da taxa de quadros por segundo, fazendo a animação parecer travada (a não ser quando ela é justificada pelo plot, em uma única vez).

Bugigangue no Espaço é um filme que sabe o público que tem e resolveu focar nele, aceitando correr o risco de ficar presa só a ele. A história é bem bobinha e infantil, sem muita surpresa. A atuação inconsistente de Danilo Gentili como Gustavinho não ajuda também e destoa bastante do resto do elenco a quem foram dados bons dubladores. A personagem de Maísa Silva pouco fala no filme então nem dá pra falar muito. Parece que colocaram ela lá só pra poder colocarem sua foto no cartaz do filme. É provável que vá agradar o público infantil, e como o filme é direcionado a ele, posso dizer que “cumpre o seu papel”. Fico feliz, também, em ver uma produtora nacional tentando conquistar o público em um terreno fortemente dominado por grandes empresas estrangeiras. Nisso eles tem todo meu apoio, mas ainda falta um bom caminho.

Nota: ★ ★ ☆ ☆ ☆

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: