xXx: Reativado (2017) — [2017/007]

1-su7qmoxluhbsm0ujs5kycg

Título original: xXx: Return of Xander Cage — Diretor: D.J. Caruso — País: EUA — Ano: 2017

Não é de hoje que Hollywood está sem muita criatividade e descobriu que fazer continuações de franquias já estabelecidas é uma boa maneira de pagar as contas. 2017 está recheado delas e, como eu sou uma pessoa positiva, fui de peito aberto conferir xXx: Reativado, terceiro filme da série Triplo X que chegou aos cinemas com “apenas” 12 anos de diferença do segundo.

Em xXx: Reativado, Vin Diesel volta para interpretar o papel de Xander Cage, entusiasta dos esportes radicais e salvador do mundo nas horas vagas, após abandonar a franquia após o primeiro filme em 2002. E ele volta fazendo o que sabe fazer melhor: filmes de ação galhofa. E o ator parece se sentir bem a vontade no papel de burucuto desejado, mulherengo e fanfarrão, embora, galhofa por galhofa, eu ainda prefira ele como Toretto em Velozes e Furiosos.

A história do filme pouco importa — Gibbons (Samuel L. Jackson), responsável por recrutar Cage para o programa Triplo X é morto por uma queda de satélite e a CIA decide chamar Cage da “morte” para recuperar o dispositivo que causou a queda e ameaça a segurança do planeta… ou a soberania militar dos EUA, o que preferir. Na prática, a história está lá apenas para tentar unir, de alguma forma, as cenas de ação que, quando vem, conseguem divertir bastante. Não só por causa de Diesel, mas também pelo restante do elenco principal, com destaque para as cenas de luta protagonizadas por Donnie Yen (Ip Man, Star Wars: Rogue One), que, felizmente, parece ter ganhado as graças do cinema americano. Ainda assim eu queria que a história não fosse tão óbvia a ponto de deixar claro que algumas coisas que são mostradas no 1o ato só estão ali para voltarem no 3o fazendo com que o 2o ato seja nada mais nada menos do que uma enrolação gigante. Uma enrolação divertida, mas uma enrolação.

Se quiserem buscar um pouco mais de substância em xXx: Reativado, procurem no elenco feminino. São das personagens interpretadas por Deepika Padukone, Ruby Rose e Nina Dobrev que vem as melhores sequências de diálogo do filme… principalmente quando mostram que insinuações sexuais não são unilateralmente restritas aos personagens masculinos e nem necessariamente direcionadas a eles. Ver como o texto rápido da personagem Nina Dobrev consegue deixar o garanhão Xander Cage desconcertado é um dos pontos altos do filme.

Esse terceiro filme da série Triplo X serve bem como um revival da série e vai agradar quem já viu e curtiu os anteriores, mas também os espectadores que buscam aqueles filmes de ação “clássicos”: absurdos, explosivos e focados totalmente no fator de diversão. É um filme galhofa, que sabe que é galhofa e decide abraçar de vez sua galhofice (falei pra vocês que o Neymar tá no filme?). E há algo errado nisso? De maneira nenhuma. É um filme de ação à moda antiga, mas também não peça muito mais que isso pois ele não vai conseguir entregar.

Nota: ★ ★ ★ ☆ ☆

Anúncios

um comentário

  1. […] acaba sendo uma volta aos clássicos filmes de ação sem a cretinice e o nível de galhofa de um xXx: Reativado (2017). Ainda assim, o roteiro não é nada espetacular, mas o elenco e os diretores fazem tudo funcionar. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: